De 13 a 17 de Novembro, em Belo Horizonte, o maior festival de quadrinhos da América Latina! Entrada gratuita!


Um é pouco, dois é bom, mas três é sensacional! Esse vai ser o lema desse texto, feito com um único objetivo: alegrar seu dia. Afinal, te fazer sorrir é uma das coisas que esses quadrinistas fazem de melhor. As outras são plantar bananeira, fritar ovo e encher copo de água, mas isso não vem ao caso. Importante mesmo é que é hora de anunciar mais convidados do FIQ 2013. E vai ser em dose tripla: Eduardo Damasceno, Gomba e Ryot estarão com você em novembro, na Serraria Souza Pinto. A entrada é sempre gratuita, viu?

fuga

Tirinha feita por Ryot

É fácil encontrar o trabalho deles na internet em forma de Web Comics. Duvidamos que você não conheça nenhum de seus feitos, uma vez que são famosos no mundo virtual. Do sensível ao engraçado e da reflexão ao humor aleatório, cada um deles faz, a sua maneira, quadrinhos para todos os gostos. As vezes esses trabalhos até se misturam. Vamos lá:

Ok. Pareceu misturado demais. Leia mais sobre os artistas para (tentar) entender melhor:

Eduardo Damasceno

Quadrinhos Rasos-15

Começando por Eduardo Damasceno, que já afirma “gosto de fazer quadrinhos, e gosto de fazer quadrinhos acontecerem”. Eduardo é bacharel em produção editorial e acha que isso tem ajudado bastante na hora de editorar livros. "Divertir-se fazendo quadrinhos e torcer para que o resultado divirta as pessoas", esse é o lema do Quadrinhos Rasos. Ele é co-criador, junto com Gomba, também de Achados e Perdidos e o Cosmonauta Cosmo, queserá lançadono dia 28, na Gibiteca de Belo Horizonte. Só mais uma coisa: Achados e Perdidos foi o primeiro quadrinho a ser financiado por meio do Catarse. Trata-se de uma graphic novel que você lê escutando música. Entenda clicando aqui.

Gomba

Quadrinhos Rasos-21 (427x640)

Gomba, que na verdade se chama Luís Felipe Garrocho, é quadrinista e professor. Já trabalhou com diversas coisas até resolver que faria algo que realmente gosta. Foi assim que percebeu que gostava basicamente de escrever, contar, desenhar, falar sobre, reclamar, ler e dormir em cima de quadrinhos. Ele é co-criador do Quadrinhos Rasos e do Achados e Perdidos em conjunto com Eduardo Damasceno assim como de mais algumas coisas que ainda estão por sair. É também criador do Bufas Danadas. Para ele, divertir-se fazendo algo que irá divertir os outros é razão suficiente para fazer quadrinhos pelo resto da vida.

Ryot

155583_163694290439471_341871775_n

Ricardo Yoshio Okama Tokumoto, ou Ryot, nasceu em 1986 na cidade de Limeira, interior de São Paulo. Mudou-se pra Belo Horizonte em 2006 onde cursou a faculdade de Belas Artes na UFMG, com bacharelado em Cinema de Animação. É responsável pelo site Ryotiras, além de fazer quadrinhos pra revista MAD e outras publicações esporádicas. Faz parte do coletivo Pandemônio e também trabalha como ilustrador em vários setores, principalmente na área de Livros Infantis.

Sexy2-1024x695

Não cansamos e nem vamos cansar de te dar bons motivos para ir ao FIQ!